O Brasil vai sair mesmo do Acordo de Paris?
Durante a campanha, Jair Bolsonaro chegou a afirmar que retiraria o país do acordo sobre mudanças climáticas estabelecido em 2015, promessa nitidamente inspirada em Donald Trump. Recentemente, o futuro presidente voltou atrás e afirmou que o Brasil fica no acordo e eu te explico o por que desta mudança.
Os interesses por trás dos posicionamentos ambientais de Trump e Bolsonaro são diferentes.
Para concretizar os compromissos de redução de emissões assumidos em 2015, os Estados Unidos precisam de uma grande mudança na matriz energética, hoje ainda baseada em combustíveis fósseis.
Acontece que as grandes empresas exploradoras de combustíveis fósseis apoiaram e financiaram fortemente a campanha de Trump. Acho que não preciso explicar que esta conta não teria como fechar.
No decorrer da campanha presidencial a turma de Bolsonaro percebeu que o caso aqui é diferente de lá. As metas ambientais assumidas pelo Brasil atingem os grandes apoiadores e financiadores da campanha de Bolsonaro, no caso os empresários do agronegócio. Mas esse impacto é bem mais contornável.
Por isso, não vejo que o futuro governo tenha motivação suficiente para retirar o país do Acordo de Paris.
Minha preocupação é saber o tamanho do esforço que será feito para cumprir as posturas assumidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s