Uma floresta tropical ameaçada pela mineração e pela exploração criminosa. E eu não estou falando da Amazônia ou de qualquer outra que você conheça. Porque a floresta em questão está embaixo da água.
Em 2017 pesquisadores brasileiros anunciaram para o mundo a descoberta de uma das maiores reservas marinhas do mundo, até então desconhecida.
Ela está situada á 1.200 Km de Vitória, capital do Espírito Santo, e tem uma área equivalente a Suécia. Mesmo com o pouco tempo de pesquisa, e o pouco acesso, já é possível afirmar que a cadeia é dona da maior variedade de espécies que vivem em recifes no Brasil. Algumas destas espécies nunca vistas em outro lugar do planeta.
Por tudo isso, pesquisadores e ambientalistas defendiam que o local fosse transformado em área de preservação. E isso acaba de virar realidade. Um decreto assinado pela presidência da república criou a Área de Proteção Ambiental do Arquipélago de Trindade e Martim Vaz. Ou seja, a partir de agora não será mais permitido nenhum tipo de exploração no local, seja pesca ou mineração.
Mais uma prova de que quando juntamos pesquisa, conhecimento e mobilização a natureza e o planeta sempre saem ganhando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s