Neste momento um casal próximo a mim está em processo de adaptação para adotar três irmãos. Eles são negros e o mais novo tem 7 anos.
Nos últimos anos, pelo menos mais duas famílias que conheço também adotaram irmãos com o mesmo perfil, o que te me surpreendido. Afinal, esta realidade é o oposto ao que a maioria das pessoas na fila de adoção ainda busca: uma criança branca, com menos de 4 anos. Chamado pelos especialistas de perfil idealizado, este padrão é apontado como o principal responsável por uma realidade triste. Temos hoje no país cerca de 7 mil crianças na fila de adoção e 36 mil famílias dispostas a adotar. É isso mesmo que você ouviu, há quase 6 vezes mais pessoas habilitadas a adotar do que crianças inscritas no cadastro nacional.
Por outro lado, não é por acaso o fato de eu ter percebido próximo a mim um aumento de casos de adoção bem fora do tal perfil idealizado. Os números mostram que, ano a ano, aumenta o número de famílias que aceita adotar crianças independente da idade e cor da pele.
Para mim adotar uma criança é o ato mais admirável de um ser humano. E aos que se propõe a ir além deixo minha profunda admiração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s