Decidi começar a escrever estes textos sobre a presença do pai na vida de um filho depois de ler uma reportagem sobre Mark Zuckerberg, fundador do Facebook.
Recentemente, ele foi pai pela segunda vez. E pouco antes da segunda filha nascer, Mark anunciou que tiraria uma licença paternidade de dois meses.
O Facebook oferece uma licença de até quatro meses para cuidar dos bebês, tanto para homens quanto para mulheres. Quando anunciou a licença em seu perfil, o próprio Mark escreveu que a decisão do Facebook de oferece o benefício está baseada em estudos que provam o quanto este tempo de dedicação é importante para toda a família.
Então me perguntei e me pergunto: por que um cara bilionário como Zuckerberg (e que teria direito a mais tempo!) não se permitiu tirar uma licença maior para ficar com a família?
Foi quando percebi que este assunto, da presença do pai, ainda é um grande tabu, independente do país em que você vive, e de quanto dinheiro você tem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s