O aumento da licença paternidade é um assunto que ganha cada vez mais espaço em empresas no mundo todo.
Uma notícia que tem tudo para deixar os homens animados, certo? Pois é, na prática não é bem isso que está acontecendo.
Uma pesquisa da Deloitte mostra que muitos homens têm medo da licença paternidade.
Entre os 1.000 participantes do estudo mais da metade acha que aproveitar o benefício pode ser visto como falta de comprometimento com o trabalho.
Medo que tem feito muito marmanjo simplesmente abrir mão de ficar com os filhos. No estado americano da Califórnia, três em cada quatro homens não usa a licença paternidade, situação que se repete em vários lugares do mundo.
Aqui no Brasil o tempo oficial de licença aumentou recentemente de 5 para 20 dias. Algumas empresas já vão além disso, como o Twitter que dá o mesmo benefício de 20 semanas a homens e mulheres.
Esta pesquisa da Deloitte comprova que por trás deste assunto da licença paternidade estão questões culturais delicadas, e que precisam de tempo para serem mudadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s