Vivemos em um mundo em que há mais celulares do que banheiros. Aliás, há quase três vezes mais. Enquanto 6 bilhões de pessoas têm celular, apenas 2.5 bilhões têm acesso a banheiro. O alerta vem da ONU por conta do “Dia Mundial dos Banheiros”, lembrado em 19 de novembro.
Sim, existe um Dia Mundial dos Banheiros, isso não é sacanagem. E se precisamos de uma data bizarra dessas é porque o problema é grave. Vamos lembrar que faz tempo que a causa não é falta de dinheiro. É falta de vontade. Afinal, tanto celulares quanto banheiros precisam da construção de redes de infraestrutura para que funcionem.
E nos últimos anos, enquanto as redes de telefonia se multiplicam como coelhos, as de saneamento andam como tartarugas. E muita gente, governantes e governados, parecem que não dão a mínima para isso.
Assim, cinco mil crianças morrem todos os dias no planeta por falta de banheiros e de saneamento. Parece que nos resta rezar para São Steve Jobs, para que a Apple um dia resolva fabricar vasos sanitários, os “Itronos”, e eles virarem objetos de desejo tão grandes quanto os Iphones.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s