A grande seca na Califórnia, que afeta as pessoas desde 2012.
As chuvas torrenciais que destruíram o norte da Índia em 2013.
O desgelo do Ártico, que aumenta ano a ano.
A absurda onda de calor que atingiu a Russia em 2010.
O que estes eventos catastróficos e extremos de clima tem em comum?
Todos eles poderiam ter sido evitados caso nós humanos tratássemos melhor o planeta em que vivemos.
Essa é a conclusão de um grupo de pesquisares da Universidade de Stanford. Eles descobriram que a emissão de gases causadores do aquecimento global gerada pelo bicho homem aumenta em 80% a ocorrência de eventos extremos, como estes que citei antes. É a primeira vez que uma pesquisa aponta esta relação de forma direta.
O estudo de Stanford combinou estatísticas, observações do clima e poderosos modelos de computador para mostrar que a nossa forma de viver e consumir tem grande influência em grandes desastres relacionados ao clima, como secas, chuvas, furacões e calor extremo.
Os céticos que me ouçam com atenção, está cada vez mais complicado defender o argumento de que o aquecimento global é invenção e que nós humanos não temos nada a ver com isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s